Avatar

Felipe Tadewald

@felipetd

Especialista em investimentos da Suno Research.

Membro desde 2018
0 Seguindo
149 Seguidores

Respostas

Classificação
@felipetd em 22/11/2019

Olá Nicolas.

 

Então, se por um lado a segunda empresa apresenta resultados históricos mais sólidos, uma rentabilidade sobre patrimônio mais elevada, a “primeira”, por outro lado, apresenta um grande desconto frente ao valor patrimonial, uma margem de segurança maior quando consideramos o valor intrinseco em nossos modelos, e acredite, possui um risco talvez até menor que a segunda, uma vez que apesar de atuarem no mesmo segmento, ela atua em produtos que não possuem os riscos (ligados à eletrificação) da segunda.

São ambas ótimas empresas, e as duas são boas compras no momento, mas hoje tanto pela questão de precificação, margem de segurança e perenidade, vemos que a primeira se encontra em um momento mais atrativo.

Abs

 

@felipetd em 22/11/2019
Ainda vejo ótimas oportunidades na nossa bolsa, mas isso não impede que você já tenha uma parcela de seus recursos no exterior, pois lá também existem oportunidades interessantes, como as que você pode conferir no Pacote Suno internacional.
A propósito, para quem estiver interessado, durante esse período de black friday temos ótimas oportunidades para a assinatura dos pacotes da suno, incluindo Internacional
@felipetd em 22/11/2019
O investidor que direciona recursos para empresas de commodities deve se atentar para a competitividade daquela empresa, e o quanto ela é resiliente em momentos de adversidades e possui vantagens competitivas.
Companhias de commodities que possuem um custo de produção baixo, e são bem administradas, com uma gestão focada em otimização dos processos e uma estrutura de capital saudável, costumam ser ótimas opções para longo prazo, sobretudo quando adquirida na “baixa do ciclo”.
@felipetd em 22/11/2019
Avalie sempre a geração de caixa, histórico de payout praticado, o histórico de lucros, estimativas de investimentos/capex, e as perspectivas de seus negócios (projetos, etc). É impossível prever o futuro, mas você terá uma boa ideia analisando esses pontos.
@felipetd em 22/11/2019

Investir em um país como o Brasil, por exemplo, apesar de trazer maiores instabilidades e volatilidade, por outro lado apresenta um potencial de retorno acima da média, uma vez que inúmeras setores de nossa economia ainda são subpenetrados e as recentes crises trouxeram efeitos bastante negativos sobre o consumo, que tende a ser recuperado com o crescimento econômico.

Então por exemplo, enquanto a nossa indústria de seguros é bastante subpenetrada, nossa frota de caminhões é muito antiga, e o déficit habitacional é ainda grande, além de inúmeras outras indústrias que estão bem atrás de países desenvolvidos, em outros países é bem mais difícil encontrar essas distorções.
Portanto, o investidor que investe em Brasil de forma inteligente, em boas empresas e setores de grande potencial de penetração, está investindo em uma demografia favorável.
@felipetd em 22/11/2019
É sempre bom alinhar a estimativa de capex, e capex/depreciação de longo prazo com a empresa e seu RI antes de fazer um FCD, pois a depender dos valores, a precificação pode mudar absurdamente.
@felipetd em 31/10/2019
Receita líquida, Margem Ebitda, Capital de giro, Capex/Depreciação e Fluxo de Caixa livre
@felipetd em 31/10/2019
Pelo menos 5 anos anteriores, mas eu gosto mesmo de usar 10 ou até 15, para ter uma visão maior de como a empresa se comporta em ciclos diferentes.
@felipetd em 31/10/2019

Crescimento orgânico é aquele que a empresa obtém através de ganho de marketshare, crescimento de vendas por crescimento da economia e da demanda do mercado, etc. Crescimento inorgânico é aquele que envolve aquisição de outras empresas.

@felipetd em 31/10/2019
Eu prefiro utilizar o modelo de comparação de pares. Historicamente foi muito eficiente em fiis. Fcd normalmente te impede de comprar bons fiis em momentos de crise por causa da alta taxa de desconto.
@felipetd em 31/10/2019
Eu gosto de utilizar. Geralmente é eficiente. Utilizar esse método permitiu aos investidores comprar excelentes oportunidades no passado, mais recentemente ali por 2015 e 2016.
@felipetd em 31/10/2019
Eu gosto de utilizar o fluxo de caixa do acionista, e também o ddm no caso de empresas de alto payout e bancos.
@felipetd em 31/10/2019

Valuation é subjetivo, não adianta. Você não vai encontrar uma fórmula milagrosa e absoluta. Avalie o histórico da empresa, seu track record de alocação de capital, risco do setor,etc. Mesmo dois grandes investidores provavelmente chegarão a resultados diferentes em um valuation. Não dá pra fugir disso.

@felipetd em 31/10/2019
Eu gosto de adicionar um spread através da NTN-B, baseado no CAPM, e dependendo do risco do negócio. 
@felipetd em 31/10/2019
Não é sempre que uma empresa menor carregará mais riscos. Pode até ser o contrário. Mas geralmente, small caps sólidas, de risco baixo ou médio, você utiliza taxas não muito diferentes das ade empresas maiores.